Intersolar South America

28–30 de agosto de 2018
São Paulo, Brasil

CONTATO

Foco: EnergyDecentral South America

A exposição especial

A feira internacional de fornecimento de energia inovadora EnergyDecentral South America realiza-se pela primeira vez em conjunto Com a exposição Intersolar South America, em São Paulo, no Expo Center Norte. A EnergyDecentral South America vai oferecer uma plataforma única para as novas tendências na produção e utilização do biogás, bem como grandes oportunidades de networking para expositores interessados em entrar no mercado sul-americano. A Sociedade Alemã de Agricultura (DLG International GmbH) é a organizadora da EnergyDecentral South America.

O mercado

Um dos principais objetivos do governo brasileiro é promover a energia ecológica e renovável até 2024. De acordo com o plano de desenvolvimento, o aumento da capacidade de energia gerada atualmente de 133.000 megawatts deve aumentar para 206.000 megawatts. Atualmente, as principais fontes de energia elétrica no Brasil são a energia hidroelétrica (65,2%), o gás natural (13%), a biomassa (7,4%), o biogás (0,1%) e produtos derivados de óleo (6,8%). Devido à elevada dependência de usinas hidrelétricas e a crescente escassez de água, outros recursos como a energia eólica, solar e de biomassa são cada vez mais importantes.

O biogás tem um enorme potencial no Brasil. Estima-se que 100 milhões de metros cúbicos de metano poderiam ser produzidos diariamente das águas residuais e resíduos sólidos urbanos, agrícolas e animais. No ano 2013, o consumo total de gás natural no Brasil totalizou 108 milhões de metros cúbicos por dia. Apesar do enorme potencial de geração de energia, cerca de 50% de resíduos de culturas (por exemplo, casca de arroz ou subprodutos da indústria da cana) e resíduos animais (por exemplo, estrume de porco, gado e galinha) são simplesmente desperdiçados, e portanto se torna um problema ambiental, para o qual, supostamente, a falta de conhecimento e acesso limitado a tecnologias apropriadas são as razões. Em 2016, o setor de biomassa brasileira foi baseado quase inteiramente da produção de cana de açúcar (cerca de 8% da capacidade instalada de geração de energia eléctrica). Em contraste, o uso de gás de aterro, com apenas 0,6% da biomassa total, continua a desempenhar um papel menor. Atualmente, existem apenas 127 unidades de biogás no Brasil, que operam predominantemente com resíduos animais e municipais. O mercado brasileiro se desenvolve rapidamente e oferece uma ampla gama de oportunidades de investimentos para empresas internacionais que trabalham com eficiência energética e energia renovável. Portanto, existe um grande potencial de mercado para empresas do ramo de equipamentos e componentes (por exemplo fermentadores e sistemas de filtração), bem como tecnologia e conhecimento para melhorar a eficiência no planejamento e gerenciamento de projetos.

Contato e Aplicação

DLG International GmbH
Martin Botzian
Head of Communication  
Tel.: +49 (0) 69 24788 290
Fax: +49 (0) 69 24788 138  
Mail: M.Botzian(at)DLG.org
Website: https://www.energy-decentral.com/south-america